quinta-feira , 5 dezembro 2019

Londres com crianças é pura diversão

Embora o destino seja pouco cogitado para levar os pequenos, há muito o que fazer com eles nas terras da Rainha.

Por Karina Fusco

Seria a primeira viagem ao exterior com as crianças e, de cara, já para o continente europeu, o que significava muitas horas no avião, cansaço, sono irregular e fuso horário. Mas tínhamos a favor o horário do voo, que sairia de Guarulhos no final da tarde, passaríamos a madrugada viajando, e chegaríamos pela manhã na terra da Rainha. Deu tudo errado! Estávamos embarcados, o avião teve problemas, descemos todos e fomos dormir em um hotel em Guarulhos. Só no dia seguinte embarcamos, chegamos lá 24 horas depois do planejado inicialmente, mas deu tudo certo.

Em Londres, já muitas opções de passeios que as crianças aproveitam. Para todas elas há locomoção de trem, ônibus ou metrô.

Picadilly Circus é um bom destino para aproveitar um período do dia. Por ali é preciso gastar sola de sapato e apreciar o ir e vir de veículos e pessoas, ouvir sotaques de todas as partes do mundo, lojas e cafés com delícias sem igual. A loja M&M Word é um paraíso para crianças e grandinhos fãs das pastilhas de chocolate em sabores diferentes dos que temos por aqui. Não passe por ali sem observar a estátua de Eros. Mas para fotografá-la, não tem jeito, muitos outros turistas aparecerão na sua foto. Não saia da região sem visitar a maravilhosa National Gallery e apreciar obras de Monet, Da Vinci e Van Gogh, entre outros nomes da pintura. O melhor de tudo é que a entrada é gratuita.

Londres---foto-1---Picadilly-Circus

Dali vale seguir até a bela Regent Street, que fica ainda mais bonita com as vitrines iluminadas. Para quem quer fazer compras, há lojas de marcas mundialmente famosas e a imperdível e tentadora Hamley’s, considerada a maior loja de brinquedos do mundo. Outro endereço para fazer compras é a Oxford Street.

No bairro de Westminster, caminhe, conheça e fotografe ícones de Londres como o Big Ben, que faz parte do conjunto arquitônico do Parlamento, observe o Palácio de Westminster, onde há tour guiado, e a Abadia de Westminster, onde o príncipe Willian e Kate Midletton se casaram. Andando um pouco, chega-se às margens do rio Tâmisa, e próximo à London Eye, a gigante roda gigante com 135 metros de altura, de onde se tem uma bela vista da cidade. Ali também é o embarque para o passeio de barco pelo rio que vai até Greenwich Pier, de onde você desembarca e pode conhecer o Observatório, um parque, o Museu Marinho e também um mercado de artesanatos. No percurso não deixe de fotografar a Tower Bridge, a ponte basculante que se ergue para a passagem de embarcações de grande porte.

Londres---foto-2-Big-Ben

O Hyde Park e o Royal Parks também não podem faltar no roteiro. Este segundo pode ser programado para o dia que quiser ver a cerimônia da Troca da Guarda Real, que acontece às 11h30. Os dias variam de acordo com o período do ano. As crianças amam. Há um certo auê de policiais tentando organizar o trânsito e fazer com que os pedestres atravessem nas faixas, mas nada que atrapalhe o espetáculo.

Londres---foto-3---Troca-da-Guarda-real Londres---foto-4---Royal-Parks

O Museu de Cera Madame Tussauds, que fica próximo à estação Baker Street do metrô, também vale o deslocamento. Mas como costuma ter filas, é bom ir com paciência (foram 2h30 de fila) e tempo para lá dentro admirar e fazer registros bem bacanas com personalidades feitas de cera em tamanho real que impressionam pelos detalhes. Bob Marley, Beatles, o ET em sua bicicleta, Marilyn Monroe, Nelson Mandela e Barack Obama, além de Homem Aranha, o Incrível Hulk e Sherek. Há mudanças no acervo exposto de tempos em tempos.

Londres---foto-5---Madame-Tussauds

Também gostamos muito do Aquário de Londres, que fica ao lado da London Eye, e tem belíssimos animais marinhos, com destaque para os tubarões, que passam sob os pés dos visitantes, separados por seguras plataformas de vidro. E não posso deixar de falar do London Zoo, que ao contrário do que muita gente pensa, não é um zoológico comum. Enorme, limpo, com centenas de animais que podem ser vistos de perto, graças a uma estrutura perfeita. Os que mais chamam a atenção são os gorilas, o tigre e um bicho estranho que tem pernas de zebra e cabeça de girafa, mas na cor marrom. Sucesso garantido entre a molecada.

Londres---foto-6---London-Zoo---animal-1 Londres---foto-7---London-Zoo---tigre

Eu, que amo museus, achei que seria tedioso para as crianças. Alguns foram bem cansativos, mas sempre parávamos para descansar e fazer um lanche, e no final elas gostaram muito do que viram e aprenderam. Escolhemos visitar o Museu de História Natural, que tem de pequenos animais empalhados até réplicas de dinossauros e de outros animais em tamanho real, e o Museu Britânico, pelas múmias, sarcófagos, esculturas e objetos de diversos povos. Facilmente dá para passar o dia inteiro em cada um deles, não sem dor nos pés de tanto andar, claro! Ao menos, vale reservar meio período. Se o tempo inferior a isso, pode correr o risco de perder grandes atrações. Ambos com entrada gratuita.

Londres---foto-9---Museu-Britanico

Dica para economizar: há pacotes de atrações combinadas que você compra por preços diferenciados. Nós, por exemplo, compramos do Madame Tussauds e do Aquário com uma economia de cerca de 30%. Valeu a pena! Sem contar que, como compramos no Tussauds, no outro dia, quando chegamos ao Aquário, já entramos direto, driblando a significativa fila para a compra de ingresso. A London Eye também entra nesse pool de atrações casadas com desconto.

Há ainda os Estúdios de Harry Potter, o London Dungeon, o Museu de Ciências, o Tate Modern… que não deu tempo de visitar nesse passeio de 8 dias. Mas o lado bom disso é que temos novos motivos para voltar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.